RIC novo RG pode custar até R$ 40,00

A implantação do novo RG, ou RIC – Registro de Identidade Civil, deverá ocorrer em julho, primeiramente para os moradores dos estados do Rio de Janeiro, Barsília e Salvador. Esta implantação havia sido prevista para ocorrer em janeiro, mas por um erro de dados enviados pelos Estados, isso não foi possível.

Neste novo documento, haverá a unificação de documentos, como o RG, CPF, Título de Eleitor e Programa de Integração Social (PIS), o que facilitará muito a vida dos cidadãos na hora de abrir contas, na realização de contratos privados e na obtenção de benefícios, já que será necessário um número reduzido de documentos a ser apresentados, reduzindo também os erros muito comuns cometidos na hora de se cadastrar os documentos de cada pessoa.

Agora, as informações que circulam entre os cidadãos brasileiros, é a taxa que poderá ser cobrada pelo governo para esta substituição.


O primeiro lote está sendo emitidos gratuitamente, porém, cada RIC emitido custou ao governo R$ 40,00. Dessa forma, o governo pensa em repassar este valor aos cidadãos a princípio, mas estão tentando diminuir o mesmo para R$ 14,00 ou R$ 15,00.

O RIC não será mais de papel. Será produzido em policarbonato com um certificado digital e terá dois chips: um para aplicações que exijam a inserção do número de registro em máquinas de leitura e o outro para leitura de dados apenas por aproximação. O novo documento também é a prova de fraudes e evita que um mesmo cidadão seja confundido com uma pessoa de mesmo nome.

São essas novas características que contribuem para o preço alto na produção do novo documento, segundo Paulo Ayran, secretário-executivo do comitê gestor.

Share on Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *