E-lixo vira tecno-objetos

Reprodução

O livo eletrônico, ou e-lixo, deve ser descartado em lugares específicos, para evitar, principalmente, a contaminação do meio-ambiente por substâncias contidas nele.

Por isso, o CDI-DF (Comitê para a Democratização da Informática do Distrito Federal) promoveu durante todo o ano, cursos para ensinar como descartar corretamente o e-lixo.


Mas não foi só isso. Eles descobriram que também era possível aproveitar alguns componetes descartados, para serem utilizados na fabricação de joias e outros adereços, os “tecno-objetos”. São pingentes, porta-retratos, pulseiras, relógios de parede, entre outros.

Reprodução

Siga-nos no twitter: @amtecbrasil
Curta nosso facebook: facebook.com/CriacaodeSitesAmtec

fonte: Blog de Tec

Share on Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>