Migração de MSN para Skype será no dia 30 de abril

Migração de MSN para Skype será no dia 30 de abril

Os cadastros de usuários do Windows Live Messenger da versão brasileira serão migrados para o Skype a partir do dia 30 de abril, segundo a Microsoft.

Para usuários da versão em inglês do Skype, a migração começará antes, no dia 8 de abril, e segundo a empresa, o processo levará algumas semanas. Anteriormente, a data para a migração estava prevista para 15 de março.


Abaixo, reproduzimos do site Folha de S. Paulo, algumas questões esclarecedoras para usuários do Windows Live Messenger:

Quando o Messenger será aposentado?
No dia 15 de março de 2013.

Perderei meus contatos do Messenger?
Não. Você poderá encontrá-los no Skype, que a partir de agora se torna o principal programa de mensagens instantâneas da Microsoft.

Como fazer isso?
Você deve baixar a versão 6.0 do Skype e entrar no programa com a sua conta do Messenger. Os seu contatos estarão todos lá.

Tenho uma conta no Skype e outra no Messenger. Agora, terei duas contas diferentes no Skype?
Se você quiser, poderá unificar as duas contas em uma única lista. Você terá a opção de fazer isso quando entrar no Skype com a sua conta do Messenger.

Por que a Microsoft decidiu fazer isso?
A companhia fez um alto investimento no Skype (US$ 8,5 bilhões), e não fazia sentido manter dois programas concorrentes -ainda mais em um cenário em que as redes sociais e os torpedos SMS abocanharam parte desse mercado.

Mas por que encerrar o Messenger e manter o Skype vivo?
Uma das razões é que, além de oferecer as mesmas funções do Messenger, o Skype permite a venda de créditos telefônicos, mais uma fonte de renda para a Microsoft. Além disso, a companhia considera as chamadas em vídeo no Skype superiores às feitas no Messenger.

Só isso? São tantas memórias…
O Messenger já vinha perdendo usuários. Em 2010, tinha 300 milhões. Hoje são cerca de 100 milhões. Já o Skype tem 280 milhões de usuários.

Siga-nos no twitter: @amtecbrasil
Curta nosso facebook: facebook.com/CriacaodeSitesAmtec

fonte: Folha de S. Paulo

Share on Facebook
Comments are closed.